sábado, 31 de dezembro de 2011

BOM ANO DE 2012


Para todos os quintobairristas e suas famílias, ficam os votos de boa passagem de ano, com um 2012 com tudo o que mais desejamos!

E muita atenção a este blogue que vai arrancar em grande velocidade a partir de segunda-feira! Vamos ver quem tem pedalada para nos acompanhar na divulgação daquilo que é o espírito de todos os que passaram pela Avenida 5 de Outubro, no 5.º ou no 11.º Bairro Fiscal!
BOAS ENTRADAS!

sábado, 24 de dezembro de 2011

BOAS FESTAS

RUI UNAS BRINCA COM O CASAL SILVA (MARIA E CAVACO)

http://youtu.be/HSud4fdlyMo

EXCELENTE!

FELIZ NATAL

PARA TODOS OS QUINTOBAIRRISTAS E FAMÍLIAS, ESTE NOSSO BLOGUE DESEJA UM ÓPTIMO NATAL!
FELIZ NATAL!

É SÓ ESCOLHER:




quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

OS LIVROS “VOADORES”





Decorria o ano de 1978 e uma das tarefas mais complicadas que havia na vida quintobairrista, para a malta da Receita Eventual, era a conferência do célebre livro 8-A, um calhamaço de mais de um metro de comprimento e não sei quantos quilos de peso, onde eram registadas as receitas.
No final de cada dia, quem estava de serviço ao livro lá descia ao rés-do-chão, à tesouraria, com aquele tropeço debaixo do braço, para conferi-lo com outro igual que estava estacionado lá. Feita a conferência, regressava à origem.
Umas vezes era o saudoso Baptista, outras vezes o Zé Melato e depois passei eu a fazer parte da lista, também.
Ora, a tradição foi cortada a direito quando alguém teve a ideia de inovar, atirando com o livro da varanda do primeiro andar para a rua, descendo calmamente as escadas, de mãos a abanar, contornando o edifício e só então, quase à porta da tesouraria, recuperá-lo do chão do passeio e entrar!
Eu sei quem era “o artista”, mas não me acuso!
E até o Mendes Leal não conseguiu evitar um sorriso quando um contribuinte, um dia, subiu ao Bairro (o chefe Leal plantava-se no balcão da Industrial para ser ele a controlar os movimentos da porta e por isso foi ele que atendeu o surpreendido contribuinte) e perguntou se tinha caído dali um enorme livro!
Ou o tesoureiro Futre quando alguém bateu à porta para perguntar se tinham perdido um calhamaço, com ele nos braços, precisamente no momento em que o nosso “artista” chegava para a conferência!
Não consta que o “artista” sofra, hoje, de qualquer problema da coluna, mas os livros vitimados, esses, coitados, era vê-los todos espatifados, a partir de certa data, como se sofressem de alguma maleita!
Memórias… Belíssimas memórias! 








                                                                                   Escreveu: Pessoa

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

CORRÊA DOS SANTOS, O PICHA D'ORO





EVOCANDO...


Recordo hoje o João Manuel Nunes Corrêa dos Santos, vulgo Picha d´Oro.
Não garanto, mas se não fui eu que o apodei foi o meu compadre Duarte Silva,que infelizmente também já partiu.
Mas vamos ao que interessa, morava eu em Paço D´Arcos no ano de 1972, logo antes do 25 de Abril,e como todos sabem, ou melhor, a malta dos 50 e muitos prá frente, tudo o que se relacionasse com revistas e livros pornográficos era interdito, no entanto havia sempre maneira de as adquirir.
Acontece que a papelaria onde eu ia comprar os jornais tinha desse material à farta.Um dia em conversa com o Corrêa dos Santos diz-me ele:não me podias comprar algumas?Adiante...e disse que sim.
Primeiro aviso dele:traz, mas traz das...melhores!!!Não me recordo se ele me adiantou o dinheiro nem isso importa, o importante foi que a partir daí passei a ser um verdadeiro vizualizador para só comprar das...melhores!!!Quase me tornei um expert na matéria!!!E todas as vezes lá vinha o aviso:"Oh!Vitor traz das...melhores!!!".
O que nos valeu ou o que me valeu foi que o 25 de Abril surgiu e com ele as amplas liberdades me libertaram de tão espinhosa missão!!!
Termino dizendo que ou muito me engano ou a viúva e os herdeiros devem ter uma das melhores colecções sobre a matéria!!!E se havia lá boa matéria e bom material!!! 
Outras passagens da minha convivência com o nosso Picha d ´Oro ficarão para uma próxima oportunidade.


JOÃO MANUEL NUNES CORRÊA DOS SANTOS.PRESENTE!














                                                     Escreveu o Vítor  

BALADA DO 28 NOVEMBRO DE 2011

AUTOR: MILITÃO CAMACHO (filho)
(peço desculpa ao Augusto Gil)

Batem leve levemente,
Como quem chama por mim.
Será um e-mail? Será um SMS?
E-mail não é certamente
E o SMS não bate assim.

É talvez
 uma soberba vontade,
Mas há pouco, há poucochinho,
Ninguém bulia,
Na quieta melancolia
Do querer e deixar andar.

Quem bate assim levemente,
Com tão estranha leveza,
Num almoço diferente,
Na casa do Fernando Cabeça?

O Vítor opinou,
E a ideia caiu
do Azul cinzento do Céu.
Tão branca e tão fria
Que há quanto tempo se não via
E que saudades Deus meu.

Foi tudo tão de repente
Que pôs tudo em pé de alerta.
Procurar os endereços
De quem não se vê há muito,
vai um ror de anos.

Fico olhando esses sinais
Da vontade de nos encontrarmos
Primeiro, bem definidos,
Depois em sulcos compridos
Pois não havia volta a dar-lhes.

Quem não passou pelo 5º Bairro,
Sofre tormentos, enfim,
Mas quem por lá passou,
quantas saudades não tem?

É com uma profunda tristeza
Uma profunda turbação
Que o encontro de 28 de Novembro acabou…
Mas entra em mim e fica em mim presa
Que todos esperam concerteza
A próxima reunião.

“Vá Camacho”. “É Boi”, respondia o meu pai no seu sorriso maroto.

sábado, 10 de dezembro de 2011

CHEFE MENDES LEAL



    EVOCANDO...

Nascido a 5 de Outubro num ano da 2ª. década do século passado e falecido a 25 de Dezembro de 1985 falo naturalmente do Sr. Fernando Augusto Mendes Leal que tão injustamente foi tratado pela Administração Fiscal.
Apenas duas passagens das milhentas que poderia evocar:
-Ouvi eu, não me contaram, os colegas diziam que ele tinha a "mania que era sério" e eles uns com os outros diziam que ele "era estupidamente honesto"!!!
Significativo!!!
A outra é esta:eu e o Afonso nas deambulações nocturnas que muitas vezes faziamos um dia disse-lhe:vou telefonar ao Leal para irmos lá a casa!!!O Afonso ao principio pensava que eu estava a brincar!!!Telefono.Atendeu a D.Irene.Eu:podemos ir aí?Ela:já cá deviam estar!!!
Duas, três horas de amena cavaqueira com uns copos à mistura!!!À saida diz o Leal:e amanhã a que horas lá estão?Antes das 9 horas respondi eu!!!Desta vez não falhámos!!!Estou a vê-los à varanda da casa na Praceta Avelar Brotero a despedirem-se de nós!!!Tenho muitas saudades dele, tantas como tenho dum tio de nome António que foi uma espécie de meu pai adoptivo!!!


FERNANDO AUGUSTO MENDES LEAL.PRESENTE!




                                                       TEXTO DO VÍTOR

A BOUTIQUE DA ALCOFA!



Croniqueta por Militão Camacho (filho)


Se Londres tem Portobello, Paris a Aligre, Bruges o Mercado de Rua na praça principal, Lisboa a Feira do Relógio, etc., qual a razão pela qual o 5º Bairro Fiscal de Lisboa não haveria de ter a sua feira?
Nenhuma.
O Dores de Carvalho encarregou-se disso.
Com o jeito que tinha e tem para o negócio abriu uma “Boutique da Alcofa”, nas instalações do Bairro.
Ele vendia artigos de electricidade, de ménage, roupa, etc.,  etc.
Vendia também um medronho excepcional, ao que julgo, de marca “Sanchez”.
Uma maravilha, vinda de Monchique e a um preço imbatível.
Mas imbatível por quê?
Adivinhando onde ele guardava as garrafas, nós, que só bebíamos água…, íamos surripiando uma garrafa ou outra e depois da hora do almoço lá bebíamos a nossa dose.
Escondíamo-las, depois de abertas, dentro duma daquelas caixas vermelhas de arquivo.
Claro que, passado uns tempos, foi tudo descoberto e, embora tenha sido eu que tenha ficado com a fama, houve mais gente com culpas no cartório.
Um santo o Dores de Carvalho que ficou com uma dívida, como hoje se diz, COLOSSAL, pois, para além do medronho roubado, a maior parte da malta também não lhe pagou os artigos que levou. Perguntem-lhe
“Vá Camacho”. “É Boi”, respondia o meu pai no seu sorriso maroto.

Estará o Dores Carvalho a tentar cobrar o medronho ao André? O repórter registou!

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

LEMA E OUTUBRÍADAS - BY VÍTOR


 LEMA QUINTOBAIRRISTA?

Todos por um e nenhum por todos
Um por todos e todos por um
Um por todos e todos por nenhum
Nenhum por todos e nenhum por um!!!

Ou

Um por todos e todos por nenhum
Nenhum por todos e todos por um
Um por todos e todos por um
Todos por um e nenhum por todos!!!

É quase a mesma coisa mas é para fomentar a dinamização.





OUTUBRÍADAS
 
Eu canto aquele tempo que passou
Entre 1971 e 1983!!!
Eu canto os dias de trabalho
E o convivio salutar!!!
Canto ainda o tempo de ócio
e de lazer,
Onde tudo podia acontecer e ...acontecia
Oh! E tanta coisa se vivia!!!
Desde baralhar, partir e dar de novo
Até despejar o néctar guloso
Que sofregamente bebia!!!
E ainda ia abanar o capacete!!!
Canto ainda,ainda que lamente
Quando esquecia onde trabalhava ou vivia!!!
Outras coisas podia mas não quero
Contar ou cantar
Pois nessa altura o estado civil
Não permitia ser ousado
Sem que isso me deixasse
Algo alquebrado!!!
Que mais posso cantar?
Oh! Agora não;
já não tenho pio, a voz quase sumiu,
Mas continuo sussurando
Que o tempo das recordações
São sempre tempo de
grandes emoções!!!
 
 
 
 
 

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

CAMPEÕES DO MUNDO!

Esta equipa foi sempre CAMPEÃ DO MUNDO, de Amizade e Camaradagem!

É uma verdadeira EQUIPA DE PESO!

As legendas manuscritas são do Vítor, como não podiam deixar de ser!

Para que recordemos os colegas e companheiros que fizeram parte desta super-equipa, aqui ficam os nomes:

De pé, da esquerda para a direita:
VÍTOR (treinador de bancada); RIBEIRO, ARMANDO, ROGÉRIO, MACHADO, SANTOS, DIMAS (guarda redes, já falecido), CORREIA DOS SANTOS (já falecido), FARINHA (director desportivo).

Em baixo, pela mesma ordem:
NOÉ, AFONSO, ISIDRO (o Vítor chama-lhe "Maluco", mas vindo dele...), CABEÇA, ARLINDO, DUARTE, CAMACHO.

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

VANGUARDISTA

Croniqueta por Militão Camacho (filho)

Por sugestão do Luís Pessoa, para ir documentando com “estórias” o blog que ele em boa hora criou, vou tentar escrever algo sobre a vivência com meu pai, no 5º Bairro Fiscal de Lisboa.
Não vai ser fácil pois, como naquele tempo era proibido juntar no mesmo serviço, pai e filho e não sei se outra relação familiar até ao 3º grau, nunca trabalhámos juntos.
A convivência que tinha com meu pai resumia-se, a maior parte das vezes, nas “Organizações Correia” (lembram-se?) onde almoçávamos e na “Paulistana” (lembram-se?), onde íamos depois beber o café.
Tenho no entanto presente que o meu pai foi um homem adiantado no tempo.


(FOTO DO PAI CAMACHO AOS 79 ANOS)

Vejamos.
Fala-se hoje muito na natalidade e que, cada vez mais tarde, os casais são pais pela primeira vez. Pois o meu pai, adiantado no tempo, foi pai pela primeira vez aos quarenta e três anos, tendo sido eu o primogénito.

Querem mais?
Pois bem.
Estava eu em Moçambique na comissão militar.
Em pleno mês de Agosto, testemunho do Farinha, o meu pai apareceu na Repartição com o pescoço envolto num cachecol. O que é isso pá? Nada de resposta. Calor abrasador e ele com o cachecol que não tirava por nada. Tinha então comprado um daqueles pentes com lâminas de barbear, que serviam para aparar o cabelo e cortou-o na nuca e em volta das orelhas. Mas coisa mais linear.
(Faqueiro oferecido pelos colegas ao Pai Camacho
 na data da aposentação)

Como ele era adiantado no tempo, em 1971/1972, já queria usar o corte de cabelo como hoje se usa, rapado na nuca e em volta das orelhas, só que não queria dá-lo a entender, nem queria que lhe roubassem o estilo.
Vanguardista o meu pai!...
“Vá Camacho”. “É Boi”, respondia o meu pai no seu sorriso maroto.


terça-feira, 6 de dezembro de 2011

MENSAGEM DO VÍTOR "PAI NATAL"!

Oh!Jarretas do catano ia dizer do .........mas a minha esmerada educação e porque aqui também já há senhoras consegui controlar a minha verborreia o que não consigo controlar é a minha "indignação" por ainda não terem ido ao blogue deixar a vossa "cagadela" que o mesmo é dizer o vosso comentário.
Não sabem como fazer?Porra falem com o Pessoa que ele é todo "ouvidos"!!! Sim eu sei que tudo são recordações...o que é isto, tou a recitar uma canção do Espadinha....sim sei que muitos de vós trabalha mais agora que quando estava no antigo 5º.Bairro Fiscal mas podem tirar 5 minutos por semana para visitar aquilo que o Pessoa criou (este gajo tá transformado num deus!!! se cria e só ele criou... até a mulher à sua imagem e semelhança...o melhor será eu deixar de divagar) e exortar V.Exªs a com um pouco de benevolência a ir ver as fotos...ouvir o nosso Zé Reza..e outras coisas mais.
Abraço e ao Pessoa peço que ponha mais esta prosa no blogue bem como o meu retrato pois como todos sabem sou vaidoso ...muito vaidoso e nesta época até por Pai natal tenho passado!!!Tenho passado....presente e terei futuro nos nossos convivios que agora não podem parar...parece impossivel termos estado 20 e tal e mais anos sem nos reencontrarmos...chiça...penico...chapéu de coco!!!Bye,bye...e para terminar quem souber dos emails de malta que ainda não faz parte do meu stock, mandem-mos com toda a velocidade tipo TVG!!! 

MALTA, ALERTA!

HEI, PEOPLE, afinal como é que é?

Tanta coisa e afinal, NADA!

Parece a história do costume, todos se queixam porque ninguém faz népia e depois, quando alguém avança, todos se calam!

Sabemos que estamos quase todos já a conversar tu cá, tu lá com o tio Alzaimer, mas que porra, isto é para a malta do 5.º/11.º Bairro! E esses nunca se ficam.
Toca a aprender a mexer num computador e dar uma saltada ao nosso blogue, deixando testemunho. Até parece que só chegamos ao Alentejo e temos que levar com o Alentejano a toda a hora! (ainda por cima no Algarve!)
Ó pessoal, quem tiver dúvidas apite! Quem não souber mexer no computas, apalpe as teclas que vai lá chegar!
Malta do 5.º/11.º, vamos em frente!
Daqui por mais um tempo vamos publicar uma foto de peso! De muita tonelagem!
Adivinhem só...

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

NÃO HÁ PAPEL! REZA DÁ SHOW!

DIA 28 DE NOVEMBRO DE 2011


A MALTA DO 5.º BAIRRO FISCAL, DEPOIS 11.º, CONFRATERNIZA EM LISBOA.


MUITOS DOS COLEGAS NÃO SE ENCONTRAVAM HÁ MAIS DE 30 ANOS.


REZA, O COLEGA DAS CANÇÕES, NÃO TEM PAPAS NA LÍNGUA E "ATIRA" PARA A FOGUEIRA  A CANÇÃO "NÃO HÁ PAPEL, NÃO HÁ PAPEL!", QUE FOI REGISTADA PELA MÁQUINA DO CAMACHO.


ASSIM FOI O DIA 28 DE NOVEMBRO DE 2011.


ATÉ AO PRÓXIMO ENCONTRO!

FOTOS COM HISTÓRIA!


UMA FOTO COM MUITA HISTÓRIA, ENVIADA PELO CAMACHO.

A data não é conhecida, mas parece ter sido num 5 de Outubro.
O local foi o David da Buraca.
Os intervenientes são: PALMEIRO; LEMOS CORREIA; CAMACHO; FERNANDO CABEÇA; OLIVEIRA (já está identificado!); ALBUQUERQUE E MODESTO.

E ESTA OUTRA?
VEIO DO VÍTOR E É A CONTINUAÇÃO DA ANTERIOR! LÁ ESTÁ O VÍTOR, O CHEFE MENDES LEAL, DUARTE SILVA, VÍTOR GONÇALVES E OUTROS. QUEM OS RECONHECE?



QUEM MAIS LÁ ESTEVE?
VENHAM COMENTÁRIOS!

sábado, 3 de dezembro de 2011

DIA 28 DE NOVEMBRO DE 2011


Tomem nota das palavras em verso do Vítor (esse malandro!)para nos pôr lágrimas no canto do olho:

Passados já tantos anos
Muito o tempo decorrido
Quem não soubesse que sim
Julgava que ainda ontem
Todos os dias eram assim.


Quando amigos, amigos
Se encontram
O tempo passa a voar
Eu quero, gosto
De estar com eles
E discutir, falar, rir e até...chorar!!!


Escrevi isto há muitas luas!!!Serve sempre quando encontro malta que já não vejo há muito tempo!!!
Observaçaõ vossa:"Tás pouco "apanhado" tás"!!!

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

PONTO DE ENCONTRO

AVENIDA 5 DE OUTUBRO, EM LISBOA!

Este foi o endereço do nosso ponto de encontro diário, durante muitos anos!
Ali estava o centro do nosso mundo e ali forjámos toda a Amizade que ainda nos une e nos faz bater o coração com um ritmo bem mais forte, quando nos encontramos!
Companheiros do 5.º Bairro, este blogue pretende ser o nosso Ponto de Encontro diário e estará aberto para todos conversarmos e dizermos o que bem entendermos.


A jornada do dia 28 ainda está bem presente e foi uma alegria enorme podermos reencontrar-nos, em alguns casos, mais de 30 anos depois.
Desse reencontro, desse relembrar, das memórias revisitadas, tudo vai estar por aqui, relatadas por quem as viveu e com imagens recolhidas pelos fotógrafos de ocasião.


Companheiros do 5.º Bairro, está aberto este blogue!




Quem se apresenta?